Batatinha quando nasce

0
59
views

Batatinha quando nasce

  • Batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão.
    menininha quando dorme põe a mão no coração.
    Sou pequenininha do tamanho de um botão,
    carrego papai no bolso e mamãe no coração
    O bolso furou e o papai caiu no chão.
    Mamãe que é mais querida ficou no coração
Batatinha quando nasce
Batatinha quando nasce
  • Batatinha quando nasce,
    Se esparrama pelo chão,
    Mamãezinha quando dorme,
    Põe a mão no coração

 

  • menininha quando dorme põe a mão no coraçao
    sou pequenininha do tamanho de um botão
    carrego papai no bolso e mamãe no coração
    o bolso furou e o papai caiu no chão
    mamãe que é mais querida ficou no coração

 

  • Batatinha quando nscce
    Espalha a rama pelo chão
    Menininha quando dorme
    Põe a mão no coração
    Me pediram um copo d´água
    Me trouxeram na caneca
    Era isso mesmo o que eu queria
    Vestidinho de Boneca

 

  • “Batatinha quando nasce se esparrama pelo chão. Mamãezinha quando dorme, põe a mão no coração.

 

  • Amanhã é domingo, pé de cachimbo.
    O cachimbo é de ouro, bate no touro.
    O touro é valente, bate na gente.
    A gente é fraco, cai no buraco.
    O buraco é fundo, acabou-se o mund
batatinha quando nasce
batatinha quando nasce
  • O Papagaio come milho.
    periquito leva a fama.
    Cantam uns e choram outros
    Triste sina de quem ama.

 

  • *Batatinha quando nasce se esparrama pelo chão….
    Disseram-me que o original era: Batatinha quando nasce espalha ramas pelo chão, mamãezinha quando dorme bota a mão no coração

 

  • Era uma bruxa
    À meia-noite
    Em um castelo mal-assombrado
    com uma faca na mão
    Passando manteiga no pão

 

  • A sempre-viva quando nasce,
    toma conta do jardim
    Eu também quero arranjar
    Quem tome conta de mim

 

  • No portão do cemitério,
    Tério, tério, tério,
    Duas almas se encontraram,
    Traram, traram, traram.
    Uma disse para a outra,
    Outra, outra, outra,
    Você é uma vagabunda,
    Bunda, bunda, bunda,
    Mas que falta de respeito,
    Peito, peito, peito
    Mas que peito cabeludo,
    Ludo, ludo, ludo…

 

O macaco foi à feira

Não sabia o que comprar

Comprou uma cadeira

Pra comadre se sentar
A comadre se sentou
A cadeira escorregou
coitada da comadre
foi parar no corredor.

corre, Cutia,

Na casa da Tia
Corre Cipó
Na casa da Avó
Lencinho na mão
caiu no chão
Moça bonita
Do meu coraão
Um, dois, três.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here